Cristo e a Oferta

envelope-oferta-efatah22

O homem é julgado pelo seu dinheiro tanto no reino desse mundo quanto no reino dos céus”. – Andrew Murray

Facilmente vamos interpretar essa frase. Vivemos um frenesi materialista absurdo pelo ter, possuir, comprar e adquirir. Em contrapartida Cristo nos chama ao ser, estar e doar.

Eis o julgamento a qual somos submetidos nos dois reinos, o reino desse mundo e reino dos céus: 

O mundo pergunta: Quanto esse indivíduo possui?

Cristo pergunta: Como essa pessoa usa o que tem?

O mundo pensa, sobretudo, em ganhar dinheiro;

Cristo, na forma de dá-lo a quem precisa.

Quando uma pessoa dá, o mundo pergunta: Quanto dá?

Cristo pergunta: Como dá?

O mundo leva em conta o dinheiro em sua quantidade;

Cristo leva em conta, a pessoa, seus motivos e propósitos.

Nós perguntamos quanto uma pessoa dá.

Cristo pergunta quanto lhe resta.

Nós olhamos a oferta.

Cristo pergunta se a oferta foi um sacrifício.

O mundo se agrada da oferta.

Cristo se agrada do ofertante.

 Somente Cristo, Aquele que como ofertante se fez oferta sabe discernir o verdadeiro valor da oferta. Só quem tem o Espírito de Cristo em sua vida consegue discernir o valor espiritual de dar e receber.

– Gleidson Rodrigues